Vereador Roberto Tripoli consegue um dia sem carne nas escolas públicas municipais da Capital PDF Imprimir E-mail
Animais
Ter, 23 de Agosto de 2011 14:07
A Secretaria Municipal da Educação está concluindo um projeto de merenda escolar vegetariana, a ser aplicado em todas as escolas públicas da cidade, em um dia da semana, conforme proposta defendida pelo vereador Roberto Tripoli (PV) e levada para o secretário Alexandre Schneider desde 2009.
 

Como se recorda, Tripoli instalou e presidiu uma Comissão de Estudos sobre Animais, na Câmara Municipal, durante cinco meses em 2009. E um dos temas abordados foi o alto impacto ambiental e na saúde humana do consumo de carne e embutidos. Participaram das discussões inclusive nutricionistas da Secretaria da Educação.

Presidindo a Comissão, Tripoli conseguiu o compromisso do Secretário Schneider de implantar um projeto piloto de merenda vegetariana em 2010, e o vereador chegou a fazer uma emenda ao orçamento municipal, de R$ 500 mil reais para viabilizar a proposta, que acabou não implantada por Schneider ano passado.

Agora, a secretária adjunta da Educação, professora Célia Regina Guidon Falótico, acaba de anunciar para o vereador que o projeto está praticamente concluído e não será somente um piloto e, sim, uma nova proposta de cardápio em todas as unidades, com merenda sem carne e derivados uma vez por semana.

TESTES EM ANDAMENTO


Ao anunciar a novidade para o vereador, Célia Guidon esclareceu que a novidade não se limitará à supressão da carne e derivados. “Haverá uma substituição por produtos com igual valor nutricional e com boa aceitação pelas crianças”, explicou Guidon. Inclusive, a professora revelou que a Secretaria vem fazendo testes em várias unidades da rede, escolhendo diferentes regiões da cidade.

“Devemos começar pelas crianças, para formar o hábito de alimentação mais saudável. Começar pelos jovens ou adultos é mais difícil, pois apresentam mais resistência”, esclareceu Guidon, afirmando ainda que a proposta vai além do cardápio, pois as crianças receberão orientações relativas a hábitos alimentares mais saudáveis.

Tripoli mostra-se satisfeito com mais esse avanço, lembrando também da lei de sua autoria, que estabelece procedimentos para a aquisição, pela Prefeitura, de carne bovina in natura destinada à merenda escolar. Trata-se da lei municipal 15.120/10 que veda a compra de carne oriunda de áreas de desmatamento, áreas indígenas invadidas e empreendimentos que utilizem-se de mão de obra infantil e/ou escrava.
 
Envie cartões virtuais e expresse seu amor pelos animais

...........................................

...........................................

Memórias na Proteção

...........................................

Nós temos 15 visitantes online